Amigas da

Baileia

degrade.png
  • Facebook baileia
  • Instagram Baileia
Brincar com as músicas

 

          Algumas musicas nasceram durante brincadeiras livres entre professor Guilherme Calegari e as crianças, outras a partir dos pedidos delas, algumas inspiradas nelas. 

          Segue abaixo algumas descrições de como brincamos com as músicas do cd Histórias de Monstros e Outros Bichos com as crianças de 2 a 6 ano no Centro Educacional Maria de Nazaré durante o ano de 2013.

          Porém a cada grupo de crianças, as brincadeiras podem ser ,e são, reinventadas livremente.

 

          Fica aqui algumas sugestões de como já foi feito e fique à vontade para brincar como quiserem!

 

 

      Aquecimento dos bichos:

Nem precisa dizer, as crianças vão se movimentando conforme os verbos vão aparecendo, quando a música é cantada na hora, pode se inserir mais verbos, dinâmicas de intensidade e velocidade.

      Macaco saltitante:

Geralmente as crianças dançam dramatizando a canção.

      O sapo:

Deixar que as crianças dancem livremente.Ou de uma maneira mais processual, explicar o que é o coaxar. Perguntar como chama o som de vários animais diferentes e pedir para que o façam. Perguntar o que cada animal come. Quando chegar no sapo, que coaxa, pula e come mosca, deixar que sejam sapos! Nessa conversa-brincadeira pode explorar as sonoridades, cores, alimentação, tamanho, forma, textura da pele, hábitos e ambiente dos animais.

      Moleca meleca:

Falar sobre a meleca. Tamanho, cor, textura, cheiro, sabor, som, forma, movimento. Cantar a música falando o nome de cada criança,

sendo que cada uma vira uma meleca enquanto a musica é cantada.

      Olha a bruxa:

Em vez de falar João e Maria, falamos o nome de duas crianças.

As outras crianças do grupo assustam a criança na parte da canção que diz “e depois Rá!”. É uma brincadeira de reagir ao susto e assustar.

Para abaixar um pouco a poeira, perguntamos para cada criança como era dentro da barriga da bruxa e o que viu lá.

      Passeio dos Monstros:

Dramatizar a história da música. A partir dessa história o adulto ou uma criança pode ser a bruxa ou o bruxo que transforma as outras crianças da turma em quaisquer outra coisa ou bicho.

      Festa das caveiras:

Escolhemos uma criança para ser nosso modelo, a quando a música diz “todo mundo dançando assim” dançamos como aquela criança.

      Castelo assombrado:

Geralmente as crianças brincam de ser os personagens da canção.

      A história do menino que virou um bicho:

Pode ser encenada, ou então fazer uma sonoplastia para ela, ou com objetos ou com sons vocais e corporais.

      Virou Bicho:

Falamos o nome das crianças, uma a uma viram bicho. Dependendo da turma, eles só mostram suas caretas para o restante do grupo. Outras já fazem bichos com todo o corpo, gestos e sons, e alguns deles saem a procura de crianças para atacar!

      Lobisomem da noite eterna:

As crianças uivam e viram lobisomens.

   

       BossaRock do tubarão:

Depois de fazer um suspense sobre a fera que mora no mar, geralmente as crianças brincam de ser os personagens da canção e de surfar.

      Tapete voador:

Dançamos junto com a criança que nos levou pra voar!

      Nada Nada:

Como o nome da canção diz: nada. nada a fazer, relaxar, descansar, ficar à toa!

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Monstros e outros Bichos 
nas redes sociais

Para adquirir o CD Histórias de Monstros e outros Bichos entre em contato aqui.