Tem palavras que saem da boca de um jeito diferente do que

conhecemos como “correta”. O sei saiu “sabo” de saber,

forte saiu "foite", bonita saiu "buita", o dentro saiu “drento”,

a baleia saiu “baileia”, que por sua vez, virou verbo:

 

eu baileio, tu baileias, ela baileia…

 

 

Baileia é uma dupla de artistas-educadores-criadores que se dedicam às infâncias e suas singularidades plurais. 

 

O trabalho é desenvolvido a partir de duas vertentes: cénicas-performativas, no cruzamento das linguagens entre a música, dança e teatro e formativa, assente no trabalho contínuo em aulas regulares, atelier de criação e exploração. Em ambos os acontecimentos convidamos as pessoas a co-criarem as próprias experiências connosco. 

 

Trabalhamos com pessoas desde os seus primeiros anos de vida, acompanhando a magia daquilo que é crescer.

 

A Baileia nasce em 2016 a partir do encontro entre estes dois artistas: Clara Bevilaqua e Guilherme Calegari. Encantados pela seriedade das brincadeiras, dedicam a vida a brincar, estudar e criar em torno das artes e das infâncias. 

Realizam aulas-sessões de música, movimento e dança. Desenvolvem oficinas. Criam espetáculos, instalações e contam histórias. Descobriram assim, que é na qualidade destes encontros, que sentem um sopro de esperança no mundo. Aprender diariamente a crescer junto com alguém(ns).

Brincar. 

​Geralmente, passamos os primeiros anos da vida a brincar. Por algum motivo desconhecido a brincadeira passa a ser o oposto de seriedade, e talvez seja nesse momento, que temos a tendência de qualificar a brincadeira como algo de pouco valor. 

“Quem brinca é criança.” “Agora deixamos a brincadeira de lado e vamos falar sério.” “Agora é sério… Sem brincadeiras!”

​Somos completamente apaixonados pela seriedade das brincadeiras. Brincar é um estado de presença. Bicho brinca. Pessoa brinca. É um comportamento que tende a ser visto com exclusividade da pessoa criança. Mas, é exatamente quando descobrimos a alegria de acompanhar corpos nos primeiros anos de vida, que aprendemos que a brincadeira é algo de pessoa! Independente da idade. 

Brincar com sons, com o corpo, com o movimento, com as coisas. Escutar a vida pelo viés das artes e da educação, possibilitando encontros de qualidade entre pessoas de muitas idades. 

Temos uma parceria e amor antigo pelo Uai Q Dança no Brasil. 

Caminhamos e dedicamos em pesquisa, estudos e mergulhos com c.e.m centro em movimento.

Trilhamos um caminho lado a lado em criação com o Coletivo Lagoa.​

--

Transformamos-nos em miniaturas, entramos em barquinhos de papel que navegam por tecidos azuis e paramos ao pé de um búzio gigante, do qual ficamos mais perto das estrelas.

 

O nome baileia nasce da brincadeira com as palavras, letras e seus significados. 

Brincar com as coisas e transformar um bicho em dança.

Muito prazer, nós somos a       b a i l e i a

Amigas da

Baileia

degrade.png
cem.jpg
casa-pitanga.jpeg

baileiabaileia@gmail.com

Lisboa - Portugal

todos os direitos reservados

© baileia

  • Facebook baileia
  • Instagram Baileia
  • Spotify ícone social