Baileia

sessão de corpo, som, dança e movimento

com Clara Bevilaqua e Guilherme Calegari

 

Tem palavras que saem da boca de um jeito diferente do que conhecemos como “certa”. O sei saiu “sabo”, o dentro saiu “drento”, a baleia saiu “baileia”, que por sua vez, virou verbo: eu baileio, tu baileias, ela baileia...

Um baile. Ballare. Pessoas se reúnem para dançar. Bailar. Com música ou sem. Um grande baile ou um pequenino. Na rua, na sala, no quarto, no jardim.

Descobrir o corpo juntas e juntos...

Construímos um espaço afetivo, de confiança e acompanhamento. Criamos atmosferas e instalações para mergulhar no corpo e movimento com suporte, gerando autonomia!

Em um espaço onde tudo é possível, nos movemos e podemos ser o que a nossa imaginação deixar! 

Sentimos enquanto artistas-educadores que o encontro é transformador. É pelo encontro que crescemos, criamos e aprendemos a acompanhar o desejo do outro e de si mesmo.

Desconfiamos que não existe um mundo da criança. Existe um mundo que partilhamos. Quando estamos juntos, entre muitas idades, sentimos a necessidade de olhar para as especificidades de cada ser. Nos interessa acompanhar pessoas nos seus primeiros anos de vida. 

Em aulas e oficinas descobrimos que o impossível não existe para um corpo que está em crescimento. Existe observação, coragem, ir junto-acompanhado e muito cuidado. Tudo é possível, da forma que é possível.

 

O Que é?

As sessões de corpo, som e movimento, são encontros com famílias, educadores e amigos de muitas idades que queiram brincar com o som e o corpo, descobrindo o fascinio que é estar sempre em movimento. 

É um convite para mergulharmos e experimentarmos texturas que atravessam o movimento e o som. Despertando momentos de brincadeiras que tocam e fazem ecoar os gestos no momento em que estamos juntos. 

Estes encontros se constroem a partir dos interesses de cada um, nesta dança entre os corpos pequeninos e grandes, acompanhando pessoas nas suas descobertas, respeitando os limites individuais e coletivos.

Convidamos todos aqueles que estiverem na sala a estar por dentro do trabalho dançando, acompanhando, se movendo. Só podemos trabalhar com pessoas (de qualquer idade) se estivermos a trabalhar connosco também. A especificidade do trabalho são as crianças, entretanto, elas não são o único foco. O trabalho é também com aqueles que as acompanham.

Objetivos e justificativas

Aprendemos que a arte, por si só, é produtora de conhecimento e é a partir desse ponto que trabalhamos. 

Primordialmente, as oficinas possibilitam o encontro e a criação. Queremos aproximar as pessoas dos fazeres artísticos, para sentirem o prazer de coisas novas e potenciadoras de descobertas, alegrias e fantasias. 

Criamos acontecimentos de qualidade, onde o corpo, o som e o movimento são os motores da criação. Através das brincadeiras, danças, sons, objetos, luzes e instalações, queremos despertar a consciência do corpo de cada um. Estimulando um olhar e uma escuta acompanhante de si próprio na alegria de estar vivo.

Acolhemos as ideias e necessidades que surgem quando se partilha um espaço de criação.  

Propomos a ampliação do olhar de uma aula, enquanto uma experiência, uma criação de momentos e acontecimentos. Vamos criar um baile em família?

Amigas da

Baileia

degrade.png
cem.jpg

baileiabaileia@gmail.com

Lisboa - Portugal

todos os direitos reservados

© baileia

  • Facebook baileia
  • Instagram Baileia